[RESENHA] Sedução ao Amanhecer

Oi, Pessoal, tudo bem?

A resenha de hoje vai nos fazer retornar ao Universo da Família Hathaway, pois o Romance de Época tratado aqui será Sedução ao Amanhecer, da escritora Lisa Kleypas. Dessa vez, o enredo girará em torno de Win e Merripen, e confesso que estava animada para desvendar a história do casal.

Durante todo o enredo de Desejo à Meia-Noite, somos confrontados com a saúde limitada de Win e com a devoção que Merripen tem pela jovem dama da Família Hathaway. A conexão entre os dois é tanta, que apenas Win sabe o nome verdadeiro do outro cigano da família, que, na verdade, se chama Kev.

Contudo, a relação de carinho e de amor camuflado entre ambos é colocada à prova, quando Win viaja para buscar recuperação da sua saúde nos tratamentos alternativos do Dr.Harrow, na França. Enquanto Win passa alguns anos fora, Kev se dedica aos trabalhos de reconstrução da propriedade da família e se torna um administrador respeitado e ainda mais contido.
“Nem tudo muda. Algumas coisas são eternas.”
Alguns anos depois, Win retorna à Inglaterra ainda mais bonita do que antes e completamente restabelecida, mas ela não está sozinha, visto que Dr.Harrow a acompanha no seu retorno, em busca de conhecer melhor a Família Hathaway e a própria Win. O retorno da jovem amada e do seu acompanhante provoca um verdadeiro rebuliço nas emoções tão contidas de Kev, que passaram tantos anos contidas na sua alma.

Antes de começar a analisar todo o enredo, preciso dizer que estava muito ansiosa para esse livro, pois o amor entre Win e Kev é tão palpável que se torna quase impossível não imaginar esses dois juntos. Além de que estava muito curiosa para rever Amelia e Cam, que agora são oficialmente um casal.

Win Hathaway é, assim como todas as damas da sua família, uma moça determinada. Quando lemos Desejo à Meia-Noite, imaginamos que Win, em decorrência da sua saúde frágil, é uma jovem fraca e sem muitas ambições. Contudo, Sedução ao Amanhecer é uma grata surpresa, pois nos apresenta uma Win forte, de uma determinação sem igual para se recuperar e de uma fé inabalável, seja nela, no amor ou em Kev Merripen.

É incrível ver a forma como nossa protagonista enxerga a vida e os obstáculos que sempre aparecem, pois ela sabe que é preciso partir do primeiro degrau se quisermos alcançar o topo da escada. O amor que Win nutre por Kev é grandioso, arrebatador e, ao mesmo tempo, repleto de doçura, o que nos faz devorar o livro rapidamente.
“Acredito no amor entre duas pessoas. Em encontrar prazer nos momentos comuns. Caminhar juntos.”
Diferentemente de Cam Rohan, Kev Merripen é um protagonista contido e sério, que traz consigo uma série de mistérios ainda não decifrados. À primeira vista, Kev pode assutar, mas ele é dono de uma coração gigantesco e de tanta vontade de amar e de ser amado, que perdemos o fôlego quando finalmente conhecemos a sua alma.

Kev possui as suas batalhas internas e um passado muito doloroso, o que torna difícil para ele se abrir para o outro e aceitar o que sente por Win, pois ele ainda não tem conhecimento do seu verdadeiro valor e do quão grandioso é. Ao mesmo tempo que é difícil ir conhecendo o passado, a experiência é libertadora para Kev, pois, ao longo das páginas, ele vai nos mostrando como podemos crescer e renascer, quando estamos cercados de amor e de afeto.
“Deixe o passado para trás e olhe apenas para o que tem pela frente. Só então vai poder encontrar um novo caminho. Uma nova vida.”
Enquanto isso, Dr.Harrow é aquele personagem que vem para tirar a paz dos nossos protagonistas e, desde a primeira página, ele não me enganou. Ciente da sua própria insignificância, ele é capaz de tudo para conseguir conquistar aquilo que ele quer, ainda que precise se utilizar de métodos sujos e fatais.

Uma dos pontos que mais me agradou do livro foi o fato de não focarem apenas no casal principal, mas também em conseguirem esclarecer os mistérios que envolvem Cam e Kev, sem perder toda a áurea mística e cigana. Além disso, o livro permite que tenhamos acesso da relação de casados de Amelia e Cam, fato este que muito me alegrou, pois as passagens só comprovam o que o amor deles demonstra: o amor deles estava predestinado.

Sedução ao Amanhecer é o segundo livro da série Os Hathaways e vai nos mostrar que o amor verdadeiro é, acima de tudo, paciente, pois é ele que nos permite esperar até que o outro esteja pronto para abraçar esse sentimento, sem dúvidas e sem receios. É o amor que alimenta a nossa fé inabalável no outro e na conexão das nossas almas.


Classificação: 4 estrelas 

0 comentários:

Deixe seu comentário