[RESENHA] Prometida: uma longa jornada para casa

Oi, Pessoal, tudo bem?

Depois de um longo e tenebroso inverno sem escrever nenhuma resenha, venho hoje aqui falar de um dos livros que estava sendo muito esperado por mim e por todas as leitoras da Carina Rissi, que é uma das minhas escritoras nacionais favoritas.

Em “Prometida: uma longa jornada para casa”, vamos encontrar Elisa Clarke, uma dama do século XIX que se encontra cansada de comparecer aos mesmos bailes entediantes, visto que sua presença agora parece sempre simbolizar um desastre. Desde cedo, Elisa aprendeu as normas sociais e se manteve longe de escândalos, mas tudo muda quando, na primeira vez que resolve quebrar as regras, acaba se tornando noiva.



O que era para ser um verdadeiro conto de fadas se torna um pesadelo, na vida da jovem Elisa, pois o seu amado noivo acaba viajando para o outro continente e se tornando um verdadeiro desconhecido para ela. O que Elisa não sabe é que Lucas está prestes a voltar para o Brasil, e que talvez as cicatrizes deixadas pelo último encontro tenham se tornado grandes o bastante para abrir um verdadeiro abismo entre eles.

Bom, para iniciar essa resenha, preciso dizer que um subtítulo nunca definiu tão bem um livro. De fato, será uma longa jornada que Elisa e Lucas terão que enfrentar para encontrarem novamente o coração um do outro. Dessa forma, é necessário que você, caro leitor (a), tenha um coração resistente para aguentar as fortes emoções que esse livro vai te proporcionar.

“Às vezes eu sentia que não tinha exatamente uma vida. Eu respirava, meu coração batia- apenas isso. Eu queria mais! Queria poder ser de alguma importância para alguém, fazer a diferença no mundo, deixar ao menos uma marca nele.”
O livro apresenta dois pontos de vista intercalados, ora dando vazão aos pensamentos de Elisa, ora nos apresentando a perspectiva de Lucas. Além disso, vamos poder adentrar nas memórias da nossa jovem protagonista, para que consigamos saber o que ocorreu entre o jovem casal para separá-los de uma forma tão brusca.


Elisa Clarke é uma velha conhecida nossa, pois é irmã de um dos personagens mais aclamados do Universo Literário de Carina Rissi. Logo de cara, ela conquista nosso coração com a sua meiguice e com a sua simpatia. Contudo, em Prometida, vamos perceber que Elisa é muito mais profunda do que aparenta ser. Encontramos Elisa no centro de um turbilhão de emoções, onde ela se mostra mais madura, mas dotada também de uma vulnerabilidade que nos comove. Elisa tem uma completa devoção pela sua família, o que a faz tomar decisões que põem em risco a sua própria felicidade e a imagem que o gentil Lucas tem dela. Aos poucos, vamos conhecendo os verdadeiros motivos que a levaram a tomar decisões que foram responsáveis por destruir o coração do Lucas e um pouquinho do nosso também.

A forma como a nossa protagonista lida com cada adversidade que surge, desde as fofocas sobre o longo noivado à indiferença estudada de Lucas, é maravilhosa. Elisa é, antes de tudo, humana. A Elisa que nós conhecemos aqui não é mais aquela menina resignada, mas uma dama determinada e que carrega algumas cicatrizes.

Ela tem medo de prejudicar o bom nome da sua família, mas possui uma força gigantesca para lutar por aqueles que ama também. O que ela sente por Lucas é muito forte e, ao longo das páginas, percebemos que ele é realmente o grande amor da vida dela, mas isso não a impede de responder à altura suas provocações.

Enquanto já tínhamos algumas informações sobre a nossa protagonista, devido aos livros anteriores, Prometida é nossa porta de entrada para o coração e a alma de Lucas. Ele não é mais aquele jovem médico doce e gentil, mas um homem que provou do amor verdadeiro e das dores que ele pode ocasionar.

“Quantas vezes um coração podia se partir em um único dia?”
Encontramos aqui um Lucas mais velho, um pouco mais amargurado e que busca se esconder sob a máscara da indiferença. Contudo, podemos enxergar que o gentil Lucas ainda se encontra lá, escondido no seu interior e pronto para desabrochar mais uma vez.
Enquanto eu lia o livro, foi duro ver as provocações trocadas por Lucas e Elisa. Posso dizer que só faltei morrer do coração toda vez que eles trocavam farpas (e foram muita vezes) e que eles fingiam ser alguém que eles não eram. Mas tudo isso valeu a pena, pois foi reconfortante e lindo ver que, mesmo com todos os desencontros por eles passados, nós ainda podíamos sentir o quão forte era o amor entre eles.

“A amizade verdadeira sobrevive a tudo, Elisa. A distância não é capaz de destruir o amor. Acredite em mim.”
A história de Elisa e Lucas ganhou o meu coração de leitora, pois vemos aqui um casal que foi arrebatado pelo jogo poderoso do amor, mas que também sofreu conjuntamente com as cicatrizes causadas por esse sentimento tão poderoso. Encontramos aqui personagens que se propõem a conhecer a si mesmo e ao outro mais uma vez.


Elisa e Lucas demoram muito para encontrar o seu caminho para casa, mas essa viagem toda, que foi transcrita pelo jeito delicioso de narrar da Carina, vale muito a pena. Elisa é uma das personagens mais palpáveis que Carina Rissi já escreveu, pois ela é, acima de tudo, genuína. Lucas ganha o nosso coração (mesmo com uma vontade louca de bater nele), pois é apaixonante ver a forma como a chama continuou acesa em sua alma. E juntos eles nos arrebatam por mostrar como o amor, quando verdadeiro, consegue sempre se renovar todos os dias e transpor as adversidades impostas pelo destino.
“O que tínhamos acabado de fazer era belo, precioso, quase sagrado. Dar-se completamente ao outro- tudo o que se tem, tudo o que se é-, despidos de roupas e do mundo.”

Quando falamos de Prometida, não podemos esquecer de destacar três grandes personagens, que tiveram para mim grandes participações: Ian, Sofia e Saulo.

O Ian, nosso tão amado Ian, mostra-se um grande irmão e conselheiro, que está sempre pronto a fazer o que for preciso para deixar Elisa e sua família felizes e seguros. A nossa direta Sofia é fundamental para a história e a forma como ela e Elisa se amam e se respeitam é linda de se ver. Já Saulo, irmão de Lucas, mostra-se fundamental para auxiliar o nosso protagonista, que muitas vezes se encontra mergulhado em sentimentos conflitantes.

Por último, é preciso destacar a participação de Nina e Ana Laura, que acabam roubando a cena com as suas atitudes fofas e com a sagacidade e a pureza típica das crianças. Essas duas só podiam ser mesmo filhas do Ian e da Sofia, o nosso casal tão amado.


Prometida: uma longa jornada para casa” é o quarto volume da série Perdida, que vai inserir você em uma trama envolvente, apaixonante e poderosa o bastante para deixar marcas no seu coração. 


Classificação: 5 estrelas

2 comentários:

  1. Beeeeel,
    QUE RESENHA LINDA!
    Fiquei empolgada para ler e você mesma sabe que eu estava com um pé atrás por não ter gostado de Destinado como gostei de Perdida e Prometida, né?
    Acho que a Elisa pode revigorar a série sim!
    Quando eu ler, te conto o que achei!
    Beeeeijos no coração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito Obrigada, Aleeeeee ! <3
      Acho que, com toda certeza, Elisa e Lucas irão aquecer o seu coração, além de renovarem a série também. Já quero saber o que você vai achar do livro.

      Beijoooos no Coração !

      Bel <3

      Excluir